RIOAGRO CANA É ABERTO EM UNIVERSIDADE RURAL

Cerca de 350 produtores rurais de todo Norte Fluminense, proprietários de usinas, além de pessoas ligadas ao setor sucroenergético lotaram o auditório da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) nesta quinta-feira (21/09), na abertura do RioAgro Cana, evento promovido pelo Sindicato das Indústrias Sucroenergéticas do Estado do Rio (SISERJ), sob organização do Fatore e Smartt Mídia. Na oportunidade, o prefeito de Campos, Rafael Diniz, assinou a minuta do Projeto Agrocana, que tem como objetivo alavancar a cadeia produtiva da cana-de-açúcar em Campos e região.

O evento se estende até o final da tarde, dividido em painéis de trabalho, reunindo as maiores autoridades no assunto. A palavra de ordem do evento é inovação, aliada à tecnologia e ao conhecimento, por isso duas novidades serão apresentadas. A primeira será a máquina colheitadeira de cana, com tecnologia alemã, desenvolvida em conjunto com pesquisadores brasileiros e alemães, mostrada pela primeira vez no país.

A outra novidade é a introdução e uso de drone em sobrevoo, como forma de identificação, com coordenadas GPS, identificação de falhas de plantio em canaviais, entre outras.

A tecnologia já é usada nos grandes centros e, a partir do RioAgro Cana,  o produtor de Campos também poderá ter acesso, ampliando sua produtividade e reduzindo perdas.

O presidente do SISERJ, Frederico Paes, explica que o RioAgro Cana é uma oportunidade de retomada do setor canavieiro que, há anos vem, vem sofrendo com a falta de incentivo e novas tecnologias. “Esse é o momento de retomada, de união de forças e é isso que pretendemos neste dia, avançar e alavancar o setor”, pontuou Frederico, na abertura do evento.

O prefeito Rafael Diniz afirmou que “o grande segredo é a união de diferentes setores em torno do setor sucroenergético e, sem dúvida, está aí a grande importância desse evento”. De acordo com Diniz, em momento de crise nacional como esse é importante discutir os problemas e procurar soluções, principalmente, como forma de tirar Campos da dependência dos royalties que o município se encontra.

O presidente da Associação Fluminense dos Plantadores de Cana (Asflucan), Tito Inojosa, ressaltou que acredita nas novas tecnologias para o setor e aposta do Projeto Agrocana, lançado neste dia dentro do RioAgro Cana. O projeto, segundo Inojosa, será instrumento de facilitação do aumento da produção e produtividade. “Esse evento chegou em muito boa hora. A agricultura de Campos está no zero, tudo isso a partir do fechamento de usinas, falta de incentivo dos governos federal, estadual e municipal, falta de investimento em novas tecnologias e por aí vai”, acrescentou Inojosa.

Participaram da mesa de abertura do evento o prefeito Rafael Diniz; o presidente da Câmara de Vereadores de Campos, Marcão Gomes; o subsecretário estadual de Agricultura, Jair Bitencourt; o subsecretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Alberto Monfati; o presidente da Asflucan, Tito Inojosa; e o diretor da UFRRJ, Jair Ramalho.

O evento tem o patrocínio do Banco do Brasil, Sicoob Sul, Sescoop, Grupo MPE, Bracom, Águas do Paraíba, e apoio da Prefeitura de Campos, Câmara Municipal de Vereadores, UFRRJ, Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF), Asflucan, Campos Convention & Visitors Bureau, entre outros.

Fonte: http://m.ururau.com.br//ururaurural/58aea88af4d206b6337d929e1605b4b8f2194cfe_rioagro_cana_e_aberto_em_universidade_rural

Sindicato filiado ao:                   Apoio:

 

Copyright © 2018 SINDAAF - Todos os Direitos reservados - Desenvolvido por SENAI-RJ.